sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Hábitos acadêmicos

Tempo de leitura: 2'10''

Hoje participei de uma gravação para o canal do Youtube Poeta Jota. Falamos sobre a vida acadêmica, maternidade acadêmica e dicas de estudos e escrita. Jonathan, o apresentador/gestor do canal abriu uma página do meu livo Sua Vida Acadêmica: escreva mais e melhor (Autografia Editora, 2017) e me perguntou sobre como construir hábitos acadêmicos.

Esse é um assunto que eu gosto tanto de falar que me deu vontade de vir aqui, um espaço que eu não tenho utilizado muito. Meu foco anda lá pelo Instagram e Facebook (@suavidaacademica), onde você pode acompanhar mais sobre meu dia-a-dia, dicas e novidades.

Tracei um raciocínio de trás para frente. O objetivo é claro: estudar e escrever mais e para isso pensamos de imediato em hábitos que automatizam alguns processos e trazem alguns gatilhos que ajudam na hora de ter disciplina. Mas, como se constroem esses tão desejados hábitos acadêmicos? E a resposta é... COM ROTINAS. Sigo a lógica apresentada a mim pela Thais Godinho do blog Vida Organizada, rotinas não tem a ver com horários, mas com sequência de atividades para um determinado local ou período do dia que objetiva uma finalidade específica. Por exemplo, uma rotina de estudos com os filhos, uma rotina de leitura de artigos, rotina de escrita, e por aí vai.

                                                                                                                                                                 Fonte: Google

E rotinas são processos, é preciso repetir e repetir, criar consistência, acionar os gatilhos e sistemas de recompensas até que as rotinas se transformem em hábitos. Rotinas são estratégias que planejamos e repetimos intencionalmente até incorporarmos tanto a nossa vida que nem precisamos mais pensar para executarmos uma atividade que tem relevância, virando assim hábitos. Rotina a gente pensa, hábito a gente faz, em resumo.

Vocês sabem que tenho um filho de quase 7 anos que acabou de concluir o primeiro ano do Ensino Fundamental. Como Davi tem autismo e não tenho rede de apoio com ele durante a semana, treino rotinas que se conectam com meus objetivos e valores do momento a partir do meu tempo livre que se resume a duas manhãs que ele está na escola e eu em casa. Organizar essas dez horas semanais não é simples e a consistência é o segredo

Passei então a registrar o que eu queria fazer nesse tempo e como iria me organizar para que desse certo. Isso pode não ser pertinente para você se tem bastante tempo livre ou não tem filhos pequenos, mas para mim é questão de sobrevivência acadêmica e mental. Logo, dei ênfase a atividades de alta complexidade que não poderia fazer acompanhada do meu filho. Escrita de revisão, análise de textos, desenvolvimento de argumentação e análise de dados, em geral. Em uma manhã e meia meu foco é a análise/escrita da minha tese de doutorado, na meia manhã restante, avaliação e revisão de textos, já que é exigência do meu trabalho como professora universitária.

Percebi que levei 7 semanas para incorporar essa rotina como um hábito na minha vida. Especialistas no tema dizem que um novo hábito leva de 21 a 300 dias para ser incorporado à vida. Felizmente levei uns 50 dias. Se antes eu precisava relembrar meu objetivo, arrumar a bolsa e meu lanche no dia anterior, atualmente funciono no piloto automático e levo menos tempo para me concentrar para escrever. Se levava 15, 20 ou até 30 minutos para ter uma ideia e começar a escrever, agora, no piloto automático, em 5 minutos a mente entra no "modo estudos", aumentando o foco e a produtividade, com consistência e clareza dos objetivos.

Que tal experimentar um novo hábito?
Siga-me nas redes! @suavidaacademica

Com amor,
Juliana Prata.


terça-feira, 19 de novembro de 2019

Últimos eventos

Oi, gente. Quanto tempo, não?
Depois da Bienal do Rio dei um tempo no blog. Não foi intencional, mas num blog com 4 anos e meio de conteúdo, sei que esse movimento é normal. Não tinha nada pra dizer e fiquei por aqui, mas no Instagram estou bem ativa e você também pode acompanhar minha rotina no @suavidaacademica.

Atualização dos últimos eventos:

- Depois da Bienal do livro no Rio de Janeiro, onde relancei meu livro e participei de uma mesa sobre Formação de Leitores, também estive na Primavera Literária. Um evento lindo nos jardins do Palácio do Catete, no Rio de Janeiro. Participei de uma mesa maravilhosa sobre a relevância dos clássicos da formação de leitores. Adorei.

- Participei também da organização do livro "Práticas e Perspectivas de Ensino Colaborativo", CAp UERJ, 2019. Abri o evento de lançamento/encontro de formação com uma fala mais que especial sobre a importância da escrita. Me emociono só de lembrar. Meu filho usou cartões de comunicação alternativa por meses. Falar de Educação Especial Inclusiva é especial pra mim.

- Participei de um Congresso realmente muito bom da minha área (Educação) e fiz um minicurso com uma referência da minha tese, Patricia Hill Collins (Que mulher!). 

- Teve Oficina de Produtividade e Escrita Acadêmica dia 09/11. Que turma! Ensinei e aprendi muito! Sala cheia e projetos Científicos de grande legitimidade e relevância social.

- E também teve aula no mestrado do Programa de Ensino de Educação Básica. Foi muito bacana compartilhar com um grupo tão comprometido com seus projetos.

Sobre minhas novas rotinas:

- Passei a estudar numa biblioteca um dia na semana. Estou gostando muito da experiência. Estou fazendo isso há 15 semanas, de 2 a 3 horas por sessão e minha produtividade aumentou muito. Mas, para dar certo mesmo, eu preciso planejar os estudos. Caso contrário, vou arrumar desculpas para não ir ou para me distrair.
- Tenho feito Stories diários no Instagram há 7 semanas. É bom e ruim. Bom porque quem gosta do meu trabalho pode me acompanhar mais de perto. Ruim porque meu tempo de internet aumentou em duas horas e meia por semana. Por quê? Sou humana, gente. Fico olhando a vida das pessoas também.
- Reduzi as contas de Instagram que estou seguindo. De duas mil para 61. Drástico, não? Mas eu gosto de experimentar novas formas de existir online, rs...
- Sobre meus aplicativos de sobrevivência: ainda na mesma. Google Calendário e Trello para manter meus projetos nos trilhos.
- Assumi uma coordenação de disciplina num curso à distância numa universidade pública e estou conseguindo gerenciar bem as novas atribuições. Fiz um monte de besteiras, mas estou gostando. Espero que estejam gostando de mim.



Sobre meus últimos cursos:

- Leitura 2.0 do professor Huáras Duarte. Olha, surpreendente. E olha que eu leio rápido desde a adolescência por causa de um curso de Leitura Dinâmica.
- Revisão de literatura, do Instagram @academica_pesquisa. Em andamento, mas estou gostando demais.
- Study flow, da Gabriela Brasil. Amei cada segundo de vídeo e as dicas de aplicativos (Adoro).
- Edição de sala em Plataforma Moodle- Suuuuper bom! Do Cederj.
- Autoprodução de Videoaula- Em andamento, mas estou gostando e trabalhando muito nas minhas aulas.

É isso, estou bem satisfeita com esse segundo semestre. Meu 2020.1 já está bem cheio e sei que vai ser incrível!

Obrigada por você sempre dar uma passada por aqui.
Com amor,
Ju

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Bienal do Rio!

Nesta semana, na sexta-feira, dia 06/09, haverá o relançamento do meu livro Sua Vida Acadêmica: escreva mais e melhor na Bienal Internacional do Livro, no Rio de Janeiro. Para presentear os participantes do evento preparei um curso online gratuito de Organização e Produtividade na prática.

Já no dia 07/09, sábado, vou participar de uma mesa no estande da LIBRE, no Pavilhão Verde, sobre formação de leitores. Estou muito animada para essa conversa.

E ainda preparei um desafio para quem estiver passando pela Bienal: tire uma foto com meu livro e me marque nas redes sociais (@suavidaacademica) e pronto! Você ganhará o acesso ao meu curso de Organização e Produtividade na prática.

Espero te ver por lá!
Com amor,
Ju.

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Registro da 15ª Turma de Produtividade e Escrita Acadêmica

Oi!
No último sábado, aconteceu no centro do Rio de Janeiro a 15ª oficina de Produtividade e Escrita Acadêmica. Uma turma lotada e, pela primeira vez, só de mulheres.
Seguem alguns registros desse dia muito produtivo e de troca de conhecimentos e técnicas.







Gratidão!
Com amor,
Ju.

quarta-feira, 26 de junho de 2019

Turmas abertas para nova Oficina de Produtividade e Escrita Acadêmica


Oi, gente! Tudo bem? Eu tô ótima. Ontem tive um dia apocalíptico. Contei um pouco lá no Insta e Fan Page do Facebook @suavidaacademica.

Mas, nada como um dia após o outro, não é mesmo?

Hoje estou aqui para apresentar e contar mais detalhes da 15ª turma da Oficina de Produtividade e Escrita Acadêmica, que acontecerá dia 13 de julho, no centro do
 Rio de Janeiro.


Olha nosso banner tradicional:


Nova turma aberta para a Oficina de Produtividade e Escrita Acadêmica.

Encontre seu caminho na jornada da escrita com técnicas de organização de pensamento e estratégias para ações eficazes e produtivas.




Essa edição da Oficina conta com muito material de apoio e dois materiais inéditos!


Na oficina você aprenderá 15 técnicas impactantes como método TSAC para escrita de textos acadêmicos, escrita livre, edição e revisão de textos, quadros argumentativos e muito mais. Você receberá apostila impressa, terá acesso a 30 dias de grupo no Whatsapp com dicas avançadas de estudos, PDF's e templates de produtividade, 2 (duas) vídeoaulas sobre Mapas Mentais Acadêmicos e Produtividade na prática (cada aula acompanha um e-book).

E dois materiais inéditos: um curso via Whatsapp de Organização de Orçamento, da Aline Alvernaz, para você começar esse importante passo na jornada da organização e mais um Retiro de Escrita. Um material inédito, que te orienta a como separar um dia para se dedicar a sua escrita. Você consegue, em média, produzir de 10 a 30 mil caracteres numa sessão focada e orientada. Vale muito, gente! Ainda mais que você pode repetir esse dia o quanto precisar para produzir o material que deseja.
...

Essas oficinas acontecem desde 2017 para compartilhar dicas, técnicas e estratégias para tornar sua vida acadêmica mais leve e sua escrita sem sofrimento. Se você acha que podemos te ajudar nessa jornada, vem!


Mais de 270 alunos já foram beneficiados pelo conjunto de técnicas que desenvolvemos ou fizemos a curadoria.


Essa oficina é para você que...
  • Gostaria de mais clareza na sua vida para delinear seus próximos passos na vida acadêmica.
  • Tem o sonho de ingressar na Pós-Graduação.
  • Tem o sonho de concluir sua graduação, mestrado ou doutorado de forma mais leve e em equilíbrio com outras áreas da sua vida.
  • Sente que precisa se organizar mais para colocar suas melhores ideias no papel.
  • Gostaria de ser mais produtiva, mas trabalho, casa e tudo mais não te permitem.
  • Ama conhecer novos métodos e uma abordagem leve e direcionada.


Se você se identifica com pelo menos um item descrito acima, essa oficina é feita para você!



Sobre mim: sou Juliana Prata, professora universitária, escritora, palestrante e fundadora do blog Sua Vida Acadêmica, que há 4 anos aprofunda um trabalho de divulgação de técnicas, rotinas e métodos para estudos na pós-graduação e escrita acadêmica.

Trabalho em parceria com mais 3 professores universitários: Vinicius Monção, Guilherme Reis e Aline Alvernaz no desenvolvimento de conteúdo inovador, consultorias individuais e em grupos de pesquisa presencialmente e online e, claro, nas Oficinas!




O preço da Oficina é R$297,00, podendo ser parcelado pelo PagSeguro


Desde já, agradeço todo carinho que recebo todos os dias e todo apoio a esse projeto que me é tão querido!

Te espero dia 13/07/2019.
Com amor,
Ju.

quarta-feira, 5 de junho de 2019

Trabalhando na escrita e trabalhando para organizar a escrita


Tempo de leitura: 2'30"

Imagine o trabalho de um professor. Há a parte do trabalho que ele faz no palco, no chão da sala de aula: dar aula, avaliar formativamente os estudantes, analisar conceitos, propor atividades, refletir, conduzir a turma e várias outras demandas. E ainda, há o trabalho “fora do palco”, de planejamento e organização de seu trabalho. As correções, análises de produção, preparo de atividades, lançamentos de notas, faltas, organização de reuniões e tudo mais. Um trabalho sustenta o outro. E apenas com os dois, o professor poderá ter uma vida profissional organizada.

Agora pense na sua tese ou texto acadêmico. O que seria o trabalho “no palco”? A escrita em si, certo? Mas para a escrita acontecer de forma fluida e engajada, o trabalho “fora do palco” precisa ser bem feito.

Planejar o quê será escrito, quais os procedimentos de metodologia serão adotados, qual pesquisa será feita, qual o referencial teórico adotado, são elementos importantes e feitos em momento à parte, que não a escrita efetiva, seria um tipo de rascunho ou pré-escrita.


Por que apenas antes da escrita?

Mas esse caminho de pré-escrita, pode acontecer não somente antes, mas também durante a escrita do texto. Planejar os assuntos a serem tocados, num Mapa Mental ou numa lista de argumentos pode ser um caminho interessante de organização e impulso a sua produtividade escrita.


                                                                                                   Fonte: Google


Amamos dicas!

Compilei três dicas práticas para você inserir no seu on stage e no seu backstage da escrita:

1-      No papel, faça um rascunho do O QUÊ, POR QUÊ, COMO, E ONDE do seu projeto de texto;

2-      Durante a escrita do texto, vá listando num documento à parte ou folha de rascunho, os argumentos que você ainda não desenvolveu, mas que não param que perturbar sua mente.

3-      Analise, fora do texto oficial, os resultados obtidos e construa rascunhos sobre as categorias e grupos percebidos. Isso vai te garantir um tópico discursivo, de análise de resultados mais rico e bem estruturado.


E como eu não resisto a uma dica bônus, lembre-se: a escrita não precisa ser linear. Alterne a escrita dos capítulos para não se esgotar com um assunto, conceito ou referência. Respirar novos ares é sempre bom, ainda mais quando estamos num projeto longo de estrutura e escrita.

Espero que esse texto de ajude.

Siga-nos nas Redes!
Instagram e Facebook: @suavidaacademica

Com amor,
Ju.

segunda-feira, 8 de abril de 2019

Como fazer uma introdução de artigo científico?

Tempo de leitura: 2'10''


               A introdução é uma seção importante do texto acadêmico. Nela há a apresentação das ideias a serem desenvolvidas ao longo do trabalho. É, depois do título e do resumo, o primeiro contato do leitor com o texto e por isso precisa ter ideias claras e bem apresentadas. 

           A introdução é uma parte do texto que causa muita confusão. Tem orientadores que pedem como primeiro texto (!) para análise. Outros compreendem que, de fato, a introdução é uma apresentação de tudo que será tratado e por isso deve ser feita após a escrita do texto. 

           Pensando nessa questão, fizemos uma abordagem analítica do estudo da escrita da introdução. E como adoramos bônus, o brinde é o tratamento da informação sobre o resumo abstract.

Fonte: Google

           Swales (1990) propõe um modelo de introdução denominado CARS. Esse modelo funcionaria como unidades de marcação analítica para verificação de informação e  como tópicos de orientação na escrita. Pesquisas  como a de  Santos (1996), Motta Roth e Hendges (1998) e Rodrigues (1998), investigam a organização retórica do gênero resumos abstract e da introdução, a partir desse modelo construído por Swales.

         O modelo CARS inicialmente fora pensado para organizar a informação da introdução. Contudo, é considerado um marco no estudo também do resumo abstract (MOTTA ROTH & HENDGES, 1998).

             Rodrigues (1998) refina a ideia inicial de Swales a partir da visão de outros autores (MOTTA ROTH, 1996 e SANTOS, 1995) e apresenta um conjunto de tópicos ordenados que apoiam na hora de escrever seu projeto acadêmico.


PROPOSTA DE RODRIGUES PARA DISSERTAÇÕES DE MESTRADO

Unidade Retórica 1 Apresentação   da  pesquisa
            Subunidade 1A- Expondo o tópico principal                                                             e/ou
            Subunidade 1B- Apresentado o objetivo 
           

Unidade Retórica 2 Situação  da Pesquisa

            Subunidade 1 – Indicando a área de conhecimento                                                   e/ou
            Subunidade 2 – citando pesquisas/ teorias/  modelos anteriores

Unidade Retórica 3 Metodologia
Subunidade 1A – Desenvolvendo procedimentos metodológicos gerais               e/ou
            Subunidade 1B – Relacionando variáveis                                                                       e/ou
Subunidade 2 – Citando o modelo

Unidade Retórica 4 resultados

Subunidade 1A – Relacionando fato(s) achado(s)                                                         e/ou
            Subunidade 1B – Comentando evidências  (s)

Unidade Retórica 5 Conclusões

Subunidade 1A  -Apresentando conclusão (ões)                                                             e/ou
            Subunidade  1B –Relacionando hipótese(s) a resultado(s)
            Subunidade  2 – Oferecendo contribuição
               
Fig. 1 -Organização retórica encontrada por Rodrigues (1998) em amostra de resumos de dissertações de mestrado. Disponível em <<http://www.leffa.pro.br/tela4/Textos/Textos/Anais/ECLAE_II/estudos%20sobre%20resumo/direita.htm>> Acesso em 12.03.2019.


            Você pode ter até se surpreendido, mas existem essas e outras técnicas de escrita acadêmica e produtividade para impulsionar sua carreira.

          Se você se interessou por esse conteúdo, pode querer fazer a Oficina de Produtividade e Escrita Acadêmica, no Coworking Nitis Office, na rua Evaristo da Veiga, 16- Centro do Rio de Janeiro.

                Deixo o link para sua inscrição. Estamos nas últimas vagas!



Com amor,
Ju.
Sua Vida Acadêmica





REFERÊNCIAS

MOTTA-ROTH, D. E HENDGES, G. R. Uma análise de gênero de resumos acadêmicos (abstracts) em economia lingüística e química . Revista do Centro de Letras e Artes , Santa Maria : UFSM, 18(1-2): 53-90, jan./dez. 1996
RODRIGUES , Bernadete Biasi. Estratégias de condução de informações em dissertações. Florianópolis. UFSC. (1998) (Tese de Doutorado)
SWALES,  Genre analysis: English in academic and research settings. Cambridge. Cambridge University press. 1990.