sábado, 26 de novembro de 2016

Otimizando a pesquisa no Google!

Oie! Beleza?

Comigo está tudo bem. Muito trabalho, muito estudo, muitos sorrisos.

Tempo é dinheiro? Não, exatamente. Para mim, tempo é vida.

Gosto de pesquisar ferramentas de otimização e aproveitamento do tempo. Disso vocês já sabem... então, trouxe mais uma novidade. J

Hoje gostaria de compartilhar com vocês algumas descobertas que fiz nos últimos tempos sobre maneiras de otimizar a pesquisa no Google. Para mim ajuda bastante, espero que ajude você também. Fiz um mix de conteúdo dos livros “60 estratégias práticas para ganhar mais tempo”, do Christian Barbosa  e um pouco de observações pessoais. Vamos lá!

Segundo Barbosa (2013, p.74) o “Google é, disparado, o melhor e mais usado sistema de busca do mundo. Ele pode ajudar você a encontrar tudo o que precisar. Porém, em um mar de informações, achar aquele peixe que você está procurando pode ser uma tarefa muito difícil”.

Minha amiga Elisa Saad diz que se não tem no Google, não deve existir, rs. (SAAD, 2002) S2

Barbosa então dá umas dicas que considero que mereçam tatuagem no coração. São boas mesmo.

1-      Observe ao digitar uma frase na caixa de escrita do Google se você está indicando tendência. Escrever “Antibióticos fazem mal à saúde” oferecerá resultados que só indicarão a confirmação da afirmativa. Segundo Barbosa, se você escrever “Beber água faz mal à saúde”, ficará impressionado com os argumentos que a ferramenta indicará. Eu tentei. É verdade, gente;

2-      Use as aspas caso você queira especificar termos exatos. Se você pesquisar “sociologia da educação”, encontrará somente assuntos que passem nos dois filtros de pesquisa. Se escrever sociologia da educação, sem as aspas, surgirão nos resultados artigos que tratam isoladamente de sociologia e outros que tratam de educação;


3-      Se você estiver procurando apresentações do tipo PowerPoint, na pesquisa você pode colocar: “dicas de escrita”filetype:ppt. Especificando a extensão do arquivo, o Google filtra os resultados. Isso me salva quando quero ideias para aulas e palestras;

4-      Se quiser procurar algo específico de um site e nele não houver opção de caixa de busca, você pode lançar no Google: “declaração de isento” site:http://www.receita.fazenda.gov.br/  Uso todo ano!


5-      Para trabalhos escolares, artigos científicos, trabalhos de conclusão de curso (TCC) e pesquisas, em vez de usar o Google padrão, use o Google Acadêmico ( http://scholar.google.com/);

6-      Se você estiver procurando um arquivo salvo em PDF, siga a mesma orientação do tópico 3: “dicas de escrita”filetype:pdf. Eu uso esse formato quando procuro artigos de revistas científicas que geralmente são postadas com este formato;

Aguardem, nas próximas postagens vou falar outras dicas de uso otimizado do Google e outras ferramentas que você pode se beneficiar, especialmente na organização da Vida Acadêmica. Estou fazendo o editorial do próximo ano no blog e as postagens vão, além das habituais dicas de escrita e de estudos, englobar um pouco mais a organização do trabalho acadêmico e reflexões sobre os movimentos de criação na escrita. Espero que fique bem legal.

Com amor,

hasta la victoria siempre,
Ju.


Nenhum comentário:

Postar um comentário