sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Princípio 80/20

Você já ouviu falar do princípio 80/20? Princípio de Pareto? Lei do menor esforço? Então, todos são sinônimos. Estudei Pareto na faculdade, e tenho uma amiga que simplesmente o ama. Sim, é a Elisa, sempre citada neste blog. Mas nos meus estudos de Ciência Política não tinha nada disso de menor esforço não, muito pelo contrário.


Esse princípio é uma releitura da observação que Vilfredo Pareto fez sobre determinados acúmulos que percebia nos meios sociais e o exemplo mais exponencial disso é cerca de 80% das riquezas se concentrarem nas mãos de 20% da população. A partir daí, muita gente da administração, gestão da produtividade e afins aplicaram a outras realidades.

O princípio cerne que vamos trabalhar aqui é que 80% dos seus melhores resultados provêm apenas de 20% do seu esforço. Isso é sério. Leia de novo.

Isso significa que não aproveitamos o que temos de melhor, significa perdermos o que vai nos trazer melhor impacto em direção as nossas metas pessoais e profissionais.
O recado de hoje aqui no Sua Vida Acadêmica é: descubra o que você faz acima da média e invista nisso.
O livro Descubra seus Pontos Fortes trata desse assunto com excelência. Sua abordagem trata de investir dinheiro, tempo e foco no que você faz de melhor, e levar no nível “mínimo aceitável” coisas que você não é tão bom. Quando li fiquei tão impactada com a mensagem que tive que compartilhar com minhas amigas Aliria, Amanda e Raquel. Espero que tenha sido útil, meninas.

Segundo a pegada do livro, vivemos numa sociedade que tenta expugar nossos pecados por meio de tentar ser bom no que somos ruins e isso é uma grande perda de tempo.
Descobri com esses livros que sou boa em falar e escrever e por isso cancelei algumas coisas que iria fazer em 2016 e 2017. Dou preferência agora a cursos, livros, palestras que falam sobre falar em público e escrita acadêmica.  Somos capazes de tudo, mas não de tudo ao mesmo tempo. Temos que selecionar. E escolher é saber também dizer não.

Corta para o pensamento 20/80. Pensar que 20% das suas ações são responsáveis por 80% dos seus resultados é pesado. O pensamento da sequência é, como posso melhorar meus 20%, porque, sim, se você dobrar seus 20% de ações muito muito boas, você impactará não mais 80%, nem mesmo 100%, mas 160%. Logo, dobrando os seus resultados.

Ao longo dos meses, depois de conhecer esse princípio percebi alguns novos hábitos que aumentavam minhas melhores ações, meus 20%. Como a única coisa que tenho e posso trazer são minhas experiências pessoais, vamos lá:

- Ler livros em inglês
- Ler livros sobre finanças
- Escrever artigos sobre os cursos de extensão que tenho trabalhado
- Viajar alguns finais de semana para repor as energias
- Encontrar minhas amigas com mais regularidade (Tô devendo, migas suas locas)
- Passar tempo com meus avós, que são octogenários.
- Fazer meditação e afirmações positivas
- Estudar sobre sonhos lúcidos  (Gente, cruz credo, é muito legal)
- E curtir minha família.


Essas atividades tem causado um impacto importante e acho legal se você relativizar e tentar pensar nas atividades que podem melhorar seus resultados. Com simplicidade. Sem muitos floreios.

Eu acho que o que importa é sempre ter em mente a pergunta “o que importa para mim?” Pensando nisso, a resposta fica clara e seu planejamento de vida, carreira e estudos pode ser mais simples e com foco.

E você, o que importa para você?

Um comentário: