segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Concentração sem mistério


Olá!
Hoje meu post é encomendado!
Uma super amiga do Canadá, que o Google cisma em localizá-la no Alasca, e que usa codinomes para comprar café nas lanchonetes, pediu para que eu escrevesse sobre algumas técnicas de concentração.

Bem, quem me conhece sabe o quanto eu sou metida a engraçadinha e que “fantástico mundo de Bobby” é pouco para minhas divagações diárias. Mas quando eu estudo, eu ESTUDO. Desde sempre. E, ao longo do tempo, fui conhecendo técnicas e juntando tudo que trabalhasse a meu favor na concentração.
Vamos lá, espero que seja útil!

Dica #1: Respire e esteja dentro do seu corpo. Não siga qualquer “pensamentinho” que lhe vier à cabeça. Foca no trabalho (!)

#2: Estude sempre na mesa e não no sofá, na cozinha e muito menos na cama. Somos humanos, não se torture! Mostra para o seu corpo que você quer e vai se concentrar. Senta na cadeira com a mesa arrumadinha , segura na mão de Deus e vai!

#3- Beba água e hidrate o que mais te consome energia: seu cérebro,

#4- Trabalhe com listas de tarefas. Terminou? Risca. Essa ilusão de controle ajuda muito.

#5- Use a técnica Pomodoro de controle do tempo. Já falei um pouquinho aqui, mas você pode adaptar. Eu uso 1h30min de estudo e 15 minutos de pausa, mas o original é 25min de trabalho com 5 de pausa.

# 6- Use a regra do +10! Desconcentrou? Pensou na morte da bezerra? Tá chato? Deu fome? Bateu vontade de virar hippie e largar tudo? Diga pra si mesmo, só mais 10 minutos! Geralmente consigo ficar pelo menos uns 20 quando tá bem brabo.

# 7- Teve uma ideia super blaster incrível? Não olhe no google! Anote e pesquise DEPOIS.

#8- Sempre off-line, tá? Ah, mas...Não, não tem mais. É concentração.

#9- Levante-se e ande! Oxigene o cérebro nos intervalos e isso ajudará a recompor a concentração.

#10- Essa é minha dica de ouro!!! Mas só dá pra fazer em casa: deite-se, e bata suavemente os dedões dos pés um contra o outro por uns 3 minutos. Você sentirá um formigamento. Depois,  vá estudar e me conte. Essa é uma técnica de alinhamento energético e de ativação do chacra raiz. Você fica mais presente e com seus sentidos voltados para o aqui e o agora. É ótimo também para insônia e síndrome das pernas inquietas. Tá duvidando?? Hahaha, faz e me conta. Mudou minha vida, beibe!

# DICA BÔNUS

Sabe o exercício da borboleta? Aquele que você se senta no chão com as solas dos pés uma contra a outra? Então, nessa posição, toque com os polegares no meio dos pés. Faça uma respiração 4X4X4 (Conte até 4 inspirando, 4 segurando e 4 expirando), em 10 ciclos. Essa é sagaz! É uma técnica tibetana de meditação do tempo presente.

É isso!

Espero que tenha te ajudado.
Um beijo,

Ju.

6 comentários:

  1. Oi Ju, hoje eu consegui ler tudinho. Que sorte a minha, a última postagem me ajudou muito. Como tenho aprendido contigo a me concentrar e produzir.Sou muito grata pela sua generosidade de querer dividir conosco suas dicas. Queria me desculpar pela falta de assiduidade por aqui, mas é que a rotina me pega e não me larga. Bom, agora eu vou lá experimentar o lance dos dedinhos. Tem que dar certo! Bj e parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Ana, super obrigada parceira!!
    Espero que possa ajudar.
    Até a madruga!

    ResponderExcluir
  3. Então, já experimentei os dedos dos pés. Gostei e já repassei. Hoje vou experimentar o exercício da borboleta. Sei não.... mas vamos lá. Depois te conto.

    ResponderExcluir
  4. Oi Ju. Achei seu blog massa. Essa postagem sobre concentração era tudo que precisava. Gratidão! Colocar em prática hoje à noite. Volto pra contar!;)

    ResponderExcluir
  5. Oi Ju. Achei seu blog massa. Essa postagem sobre concentração era tudo que precisava. Gratidão! Colocar em prática hoje à noite. Volto pra contar!;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cíntia, muito obrigada pela atenção e carinho. Te admiro muito.

      Excluir